Poesias não acabadas

Português

Um Sonho de Vista

Por que sinto que este lugar tem algo familiar?

Só que agora está vazio, tento tocar nas taças de vinho, mas elas estão fora de alcance.

Sinto solidão, como se minha própria alma tivesse me deixado.

Ciclo intenso de angústia, um sonho que já não sinto o gosto do amor.

Com meus olhos fechados, tenho lampejos de uma doce memória.

Vou ficar aqui, quero lembrar se tudo isso é real ou não.

Sinto que o caminho é homeopático, osmótico, onde nossos próprios venenos serão nossa chave para o futuro.

Nossos pesadelos são tão óbvios, meu futuro me olha nos olhos, sem querer entender, me abraça e me diz que tudo vai ficar bem.

Acorde.

Todo mundo junto, mas cada um na sua casa.

Bom dia meus amigos, é sábado as 9:00 da madrugada? Para quem tem insônia, diria que é até tarde, então relaxa.

Que bom que podemos discutir sobre a vida, refletir o abstrato. É diferente dos papos de acorrentados, dos ábacos amaldiçoados.

Me livro de décadas de visões fartas de viés estatísticos. Agora crio. O som do improviso, de pensar empaticamente, é um colorido algo que trás alívio.

Obrigado amigos, que bom saber que não navego sozinho, vejo suas auras. Cada dia vejo que o caminho é esse mesmo, não procuro, é a vida que me mostra.

São aqueles três segundos que você realiza que não está mais perdido na floresta. O coração acelera, quando você vê que o caminho tá certo, ah! solto um flores de abril.

É tão diverso, o islã foi parar no fórum João Mendes, será que galinha roubada deve ter advogado de defesa? Entre os doze, não tem dose certa, nem dose de limites, cada um com seu talento, único.

Sucesso é onde todos falam e sim, todos se escutam, corajosos, reais e leves. Sinto um abraço virtual, uma lágrima que despencando, uma cortina que se abre.

Somos o nicho do nicho, bichos únicos de máscara e primeiros, desculpe a arrogância. Algo que só se viu neste momento, durante a praga, atores nascidos digital. 

Nada nos fará calar, somos os inquietos, irritados com os absurdos, somos novo normal. Obrigado pelo alívio, pelo belo horizonte, por nós permitir explorar o corpo, a voz, a história, o culto e o nobre desconhecido.

Voz e Traço

No desenho transformei a VOZ em continuo traço

Ignorância pura não nem dizer sé GRAVE , AGUDO ou BONITO

Ouvindo o SOM que era VER parece algo sem COMPASSO

Crio sem pressa dois círculos formando o SOM do INFINITO.

Mas como toda homenagem merece um SONORO abraço

Bem diferente do som TRA-TRA-tracejado do confliTO

Entre as formas escuto um LAÇO fluindo no espaÇO

Prometo amor a minha voz, uma escuta de carinho IRRESTRITO.

Onde reside a poesia da vida?

Nas mentes que residem somente em galáxias distantes e nas nuvens e mais altas. Longe das ruínas da Europa, debaixo da pele de pêssego de sorriso puro.

Em uma ilha de entornos verde esmeralda chamada infância, onde a poesia é natural. Todo ser humano já foi poeta, só morreu em toques de crueldade homeopática.

A poesia está no silêncio necessário, do espaço sideral ou no mergulho azul ozônio. Hoje eu senti o sol por entre meus olhos fechados, a poesia é o nosso sol.

Poesia deixa a vida mais leve, mas reflexiva, as vezes não entendemos, mas evoluímos. Poesia é a sabedoria, nos versos nos ensina do bê-á-bá até a cura na África.

A vida aumenta o som distorcido, a poesia trás você para ventre materno. Sacolejando na cadeira em terremoto Americano, teclas vorazes, as lagrimas escorrem de felicidade.

A Ásia nos trouxe um mundo, da poesia de muitas cores, de som com mais empatia. Um mundo com novos olhares de poesia materna, um mundo onde você pode mudar.

Cada um de nós pode acender a poesia para vida e dar vida a poesia. Esteja preparado para linha de fogo da Oceania, você é o novo mensageiro do amor.

Poesia de baixo para cima, da Antártica para o mundo, começa com você sussurrando congelado seus versos, baixinho.

Exercício de Observação

Eu sinto por trás dos meus olhos uma inquietude disfarçada de charme reggae.

Minha pele quase verde reluz, eu me sinto puro e insano.

Nem sempre é leve, eu penso no meu dia-a-dia, nos meus conflitos e no que eu sinto, quando das minhas escolhas.

Eu faço isso de forma natural, eu choro, dou uma risada, penso no que é realmente sonho.

Pessoalmente estou abertx ao novo, a minha nova experiência.

Circunstâncias

Aprendiz:
Mestre minhas cartas são um Às e um Dama de ouros, que jogada eu faço agora ?

Mestre:
Quantas pessoas estão na mesa ?
Quantas pessoas já pagaram para jogar ?
Quantas fichas cada pessoa colocou?
Quantas fichas restam para cada uma das pessoas ?
Quantas fichas vc tem ?
Qual a sua posição na mesa?

Não Mestre, vc não entendeu eu perguntei das minhas cartas.

Desculpe, quem não entendeu foi você, as circunstâncias do jogo são como a vida, um universo muito mais complexo e dinâmico, em outra magnitude. Não se concentre no que você vê em suas mãos.

Tudo tem que ser levado em conta, fazer sentido no contexto, não dá para combinar com a vida para ela te aplaudir de pé.

As suas cartas nuas, hora valorizadas, na vida real tem o mesmo valor de uma tocha enquanto caminhas pelo inferno em chamas.

Jardim de Girassóis

Enxergar o que os outros não vêem, olhar o abstrato, sem julgamento, sim, para isso é preciso uma pitada de amor.

A neurociência explica, só escrevo por que o córtex tem acesso a memória que formam as palavras, mas é do inconsciente que vem a capacidade de criação.

O desenho da criança traz traços que representam muito mais que casas, árvores e jardins com girassóis. Ali tem sentimentos, segredos e abordagens não triviais.

Não tem certo ou errado, o mundo é relativamente um córtex em formação influenciado por um inconsciente imprevisível. Ou não.

Amarelo abstrato

Ouvindo ao fundo, despertei com sons digitais.
O sol amarelo abstrato indica que é hora da minha escolha, tudo é possível.

A mente está liberta, pronta para o desafio, escolho distancia das superficialidades, julgamentos, reclamações e ignorância das massas.

Escolho um sonho intenso cheio de possibilidades, pensamentos positivos, atenção plena e com todas as cores que eu puder imaginar.

Nada, absolutamente nada está no controle, quero aceitar. Não tem certo nem errado, quero enxergar a beleza do lado errado. Não passivo, não omisso, mas coerente com o meu propósito.

A tempestade está no horizonte, mas a blindagem vem dos pensamentos, vem do sorriso, da disciplina sem medo.

Respiro fundo, três vezes, mente limpa, é hora de embarcar na próxima viagem…

Espanhol

Ejercicio de Observación

Yo siento por detrás de mis ojos una inquietud disfrazada de un encanto reggae.

Mi piel casi verde reluce, yo me siento puro e insano.

Ni siempre es leve, yo pienso en mi día a día, en mis conflictos y en lo que yo siento, cuando de mis elecciones se trata.  

Yo hago eso de una forma natural, yo lloro, me río, pienso en lo que es realmente sueño.

Personalmente estoy abiert@ a lo nuevo, a mi nueva experiencia.

Amarillo abstracto

Oyendo al fondo, desperté con sonidos digitales.

El sol amarillo abstracto indica que es la hora de mi elección, todo es posible.

La mente está liberada, lista para el desafío, escojo distancia de las superficialidades, juicios, reclamaciones e ignorancia de las masas.

Escojo un sueño intenso lleno de posibilidades, pensamientos positivos, atención plena y con todos os colores que yo puedo imaginar.

Nada, absolutamente nada está bajo control, quiero aceptar. No hay correcto ni errado, quiero mirar la belleza del lado errado. No pasivo, no omiso, pero coherente con mi propósito.

La tempestad está en el horizonte, pero el blindaje viene de los pensamientos, viene de la sonrisa, de la disciplina sin miedo.

Respiro hondo, tres veces, mente limpia, es hora de embarcar en el próximo viaje…

Inglês

Abstract Yellow

Listening in the background, I woke up with digital sounds.
The abstract yellow sun indicates that it is time for me to choose, anything is possible.

The mind is free, ready for the challenge, I choose distance from the superficialities, judgments, complaints and ignorance of the masses.

I choose an intense dream full of possibilities, positive thoughts, full attention and with all the colors I can imagine.

Nothing, absolutely nothing is in control, I want to accept. There is no right or wrong, I want to see beauty on the wrong side. Not passive, not omissive, but coherent with my purpose.

The storm is on the horizon, but the shield comes from thoughts, it comes from smiles, from discipline without fear.

Deep breath, three times, clear mind, it’s time to embark on the next journey…

Translated with www.DeepL.com/Translator (free version)